LGBT+ No meio do mundo

Casamento comunitário homoafetivo promove a união de dez casais em Macapá

Imagem: Carlos Alberto Jr/G1

Com música ao vivo, bolo e decoração, na tarde desta sexta (22) aconteceu a 2ª edição do Casamento Comunitário Homoafetivo, na qual 10 casais LGBT oficializaram união estável no Museu Sacaca, que fica na zona Central de Macapá.

A primeira edição  do Casamento Comunitário Homoafetivo aconteceu há quatro anos, em agosto de 2015. Segundo Valdinei Castro, a demora aconteceu devida a baixa procura para essa modalidade de oficialização.

Imagem: Carlos Alberto Jr/G1

“Na primeira edição realizamos o matrimônio de cinco casais, mas desde lá, a procura foi baixa. Algo que se seguiu nos anos seguintes. Mas depois das eleições do ano passado a procura para a oficialização da união aumentou. A proposta é aumentar o número de casais a cada edição, que deverá ser anual”, afirmou.

No entanto, a edição de 2019 ficou marcada pela emoção da união de dez histórias de vidas, cada uma com suas próprias vivências, que resolveram dar um novo passo na relação tornando o amor o responsável da união de 20 pessoas que, em uníssono, disseram “sim” durante a cerimônia.

O casamento comunitário é um projeto promovido pela União Nacional LGBT, Comissão da diversidade de gênero da OAB, Conselho Estadual dos Direitos da População LGBT junto Tribunal de Justiça do Amapá (Tjap).

Com informações do G1.

Coluna On

Coluna ON é um portal que vai além das notícias, agregando jornalismo cultural de qualidade com a agilidade da linguagem das redes sociais.

Comentar

Clique aqui para publicar um comentário

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: