Filmes / Cinema / TV

Joel Schumacher: diretor de ‘Batman Eternamente’ morre aos 80 anos

Conhecido como diretor de filmes clássicos como: Batman Eternamente (1995), Batman & Robin (1997), Um dia de Fúria (1993), Garotos Perdidos (1987) e adaptação para o cinema de ‘O fantasma da Ópera’ (2004), Joel T. Schumacher, morreu na cidade de Nova York, EUA, aos 80 anos de idade. Segundo a revista Variety, o diretor batalhava contra um câncer um câncer à cerca de um ano.

 

Joel Schumacher ficou conhecido nos anos 80 pela direção do filme ‘Garotos Perdidos’, uma comédia de terror vampiresca na California, que teve grande sucesso e foi o suficiente para tornar o diretor um consagrado cineasta.

Na década seguinte, o diretor se tornou novamente conhecido pela direção de outros sucessos como a série de filmes do ‘Batman’, e conseguiu ótimos números de bilheteria com ‘Batman Eternamente’, com Val Kilmer, Jim Carey e Nicole Kidman nos papéis principais. No filme, o homem-morcego teria que enfrentar novos inimigos: o Charada e o Duas Caras.

 

Em ‘Batman & Robin’(1997), estrelado por George Clooney, Chris O’Donnell, Alicia Silverstone e Uma Thurman e Arnold Schwarzenegger, os grandes inimigos do morcegão, eram o Mr. Freeze e Hera Venenosa. Apesar do grande sucesso e repercussão de ambos os filmes não agradaram o público dos quadrinhos por seus ‘excessos’.

 

Nos últimos anos, Schumacher dirigiu o musical ‘O fantasma da Ópera’ (2004), e alguns trailers de ‘Por um fio’ (2002) e ‘Número 23’, um longa de suspense também interpretado por Jim Carey. Seu último trabalho aconteceu em 2013, ao comandar dois episódios da primeira temporada de ‘House of Cards’, de David Fincher, e a série que ajudou a Netflix a chegar no patamar de produções originais mais reconhecidas do mundo.

Coluna On

Coluna ON é um portal que vai além das notícias, agregando jornalismo cultural de qualidade com a agilidade da linguagem das redes sociais.

Comentar

Clique aqui para publicar um comentário

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: